Assaltantes Pegaram os Uniformes e Motocicletas dos Vigilantes e ficaram circulando pelo campus para não levantar suspeita. Após 4° ataque a caixas, reforço na segurança da Universidade Federal de Uberlândia segue indefinido! ~ QAP Vigilante

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Assaltantes Pegaram os Uniformes e Motocicletas dos Vigilantes e ficaram circulando pelo campus para não levantar suspeita. Após 4° ataque a caixas, reforço na segurança da Universidade Federal de Uberlândia segue indefinido!

Posted By: Rosana Morais - 05:00:00
Foto: Reprodução/ TV Integração


A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) tem sido questionada já há algum tempo pela comunidade acadêmica quanto à fragilidade na segurança da instituição. Além de casos de furto, roubos e até tentativas de estupro, outra situação que preocupa são os ataques aos caixas eletrônicos nos campus.
No dia 29 novembro foi registrada a quarta ocorrência deste ano, conforme contagem do site G1. Apesar dos registros, as questões relacionadas ao reforço na segurança ainda estão indefinidas.

Em março, criminosos arrombaram o cadeado do portão de pedestres do campus Santa Mônica e foram até a área dos caixas explodir um dos equipamentos em seguida, fugiram pelo mesmo acesso.

Uma nova explosão de caixa eletrônico foi registrada no mês seguinte no prédio da reitoria, sendo o quinto na área da universidade nos últimos anos. Segundo a Polícia Milita, vizinhos viram duas motocicletas saindo do local e nenhum suspeito foi preso.

A UFU informou que a responsabilidade pelos reparos era do Banco do Brasil, que mantém contrato com a universidade, os casos foram passados à Polícia Civil para abertura de inquéritos.

No dia 3 novembro, dois caixas eletrônicos que ficam dentro do campus Umuarama foram alvo dos ladrões. Os equipamentos ficavam do lado de fora da agência Santander e os autores entraram por um portão que estava estragado e aberto. Um caixa ficou destruído, assim como a estrutura do local. Um dispositivo de tinta foi acionado e o chão ficou manchado. Os criminosos levaram as gavetas com dinheiro, mas a quantia não foi informada.
Vigilantes e alunos são rendidos

O quarto e mais grave dos registros ocorreu na noite do último sábado dia 3, por volta das 22h30. Uma quadrilha invadiu a instituição, que ainda estava em horário de funcionamento e com os portões abertos. Os assaltantes estavam armados e renderam seis vigilantes do campus Santa Mônica, além de dois porteiros, cinco alunos e um professor. As vítimas foram amarradas e feitas reféns.

De acordo com informações da Divisão de Vigilância e Segurança Patrimonial da Universidade Federal de Uberlândia (Divig/UFU), dois vigilantes foram abordados na base da Divig por quatro homens e foram obrigados a chamar os demais colegas que faziam o monitoramento no campus.
Outros assaltantes pegaram os uniformes e motocicletas dos vigilantes e ficaram circulando pelo campus para não levantar suspeita, durante o tempo em que os demais membros da quadrilha faziam o arrombamento de quatro caixas eletrônicos localizados no posto de atendimento do Banco do Brasil. Nesse momento, um grupo de alunos e um docente também foram mantidos em cárcere.  A ação durou cerca de três horas.
Os celulares das vítimas ficaram com a quadrilha durante todo o tempo em que permaneceu no campus e foram devolvidos ao final da ação. Ninguém ficou ferido.
Foto: Reprodução/ TV Integração

Sistema de câmeras será implantado em breve
Diante aos fatos, o G1 procurou a instituição para saber sobre a questão da segurança nos campus uma vez que decisão Justiça Federal autorizou o policiamento ostensivo da Polícia Militar dentro da universidade, a fim de minimizar os índices de criminalidade.
Em nota, a Diretoria de Logística (Dirlo/UFU) reiterou que não se opõe à presença ostensiva e constante da Polícia Militar em seus campus, tal qual já foi determinado em sentença proferida pelo juiz federal Lincoln Rodrigues de Faria, no dia 22 de setembro. Contudo, não informou sobre possível convênio com a corporação.

O Comando Geral da Polícia Militar, em Belo Horizonte, também informou que não houve notificação sobre a decisão e não há nenhum ofício encaminhado pela instituição federal autorizando ou solicitando o policiamento.

Ainda de acordo com a Dirlo, a implantação de um sistema de video monitoramento está em fase final de licitação e deve ser implantado entre o fim deste ano e início de 2017. Sobre aumentar o quadro de vigilantes, por telefone a instituição esclareceu à reportagem que não há tempo hábil para abertura de nova licitação para contratações, uma vez que que a gestão está em processo de mudança após novas eleições.






Fonte Pesquisada:
http://g1.globo.com/minas-gerais/triangulo-mineiro/noticia/2016/12/apos-4-ataque-caixas-reforco-na-seguranca-da-ufu-segue-indefinido.html












Ricardo Santos

Com 34 anos,há 8 anos na vigilância e a 4 anos na como de líder em Araraquara-SP, com extensão em transporte de valores, escolta armada. Superior em administração e sistemas de informação; Bacharel em Design Digital; Buscando e compartilhando informações que os vigilantes muitas vezes tem dificuldades para encontrar.

0 comentários:

Postar um comentário

Ads

Member

Copyright © 2016 Direitos reservados

QAP Vigilante Design Ricardo Santos Ricardo Santos